29/01/2010

Saudades



Tenho saudades dos nossos momentos de pura brincadeira, das conversas que tantas vezes não tinham qualquer nexo...
Tenho saudades da maneira como me fazias rir, da intensidade do teu olhar…
Tenho saudades dos passeios de mão dada, de maneira como me dizias, tão doce, que me amavas…
Tenho saudades dos nossos momentos de silencio, afinal entre nos não eram precisas palavras para nos entendermos…
Tenho saudades das confidências que trocávamos, dos segredos partilhados sem qualquer pudor…
Tenho saudades de encostar a cabeça no teu peito e sentir a tua respiração no meu rosto, enquanto distraidamente brincavas com o meu cabelo…
Tenho saudades de adormecer a teu lado, de sentir o teu braço a proteger-me, como se fosses o me porto seguro..
Tenho saudades dos beijos roubados, dos risos por tudo e por nada, dos olhares que pareciam dizer mais que mil palavras..
Tenho saudades de me envolver contigo naqueles beijos que faziam tudo à nossa volta parar, que faziam com que os nossos corações batessem um uníssono…
Tenho saudades de quando me agarravas pela cintura e me beijavas o pescoço…
Tenho saudades de todos os momentos que podíamos ter passado juntos e... não passámos!!!
Tenho saudades dos beijos que não demos, das palavras que não dissemos, dos olhares que não trocámos…
Tenho saudades das tardes que não passámos juntos, das conversas que não tivemos…
Sim tenho saudades, tantas saudades…
Saudades de tudo isto, saudades da pessoa que era quando estava contigo e que se perdeu, algures entre o passado e o presente…
Tenho saudades desses tempos em que sentia a felicidade toldar-me os sentidos, em que tudo em mim jubilava, saudades em que o optimismo era a palavra do dia, saudades dos sonhos que construímos juntos e que a vida fez questão de deitar por terra…

1 comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar